À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS

À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Oratura: "WAPYA KA MWINÃ-MWINÃ NDEKAPA" (adágio Umbundu)

Oratura: "WAPYA KA MWINÃ-MWINÃ NDEKAPA" (adágio Umbundu)

TRADUÇÃO LITERAL: Quem está errado não precisa de estar mole como uma batata-doce.

ENQUADRAMENTO: A compreensão deste provérbio passa primeiro por esclarecer a polissemia do verbo "okupya", que em Umbundu pode significar (a) amadurecer; (b) queimar; (c) cozer) e (d) estar errado. Neste caso, para fazer sentido, teremos que usar as imagens em (d) - para a condição de erro humano - e (c) - para a condição de batata-doce fervida, onde a mensagem reside nesta metáfora: Nem sempre precisamos de espremer para aferir que alguém está errado. Ou seja, no caso de uma batata é mais fácil notar quando está bem cozida, porque fica mole, ao passo que o ser humano tem dificuldade em expressar em por palavras o reconhecimento do seu erro, pelo que às vezes é preciso ficar-se pela inferência.

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

ORATURA: "Pali owangu, ka pali olongombe" (provérbio Umbundu) - Onde há erva, não há bois

"Pali owangu, ka pali olongombe" (provérbio Umbundu) - Onde há erva, não há bois

Enquadramento: Geralmente as coisas calham nas mãos de quem menos as valoriza. O adágio é frequentemente utilizado para descrever a título de exemplo casos de pessoas com elevando sentido maternal/paternal mas que, infelizmente, não conseguem procriar, quando vários outros bons exemplos de maus mães/pais até têm o forno de fazer filhos afinado no modo rajada.

ORATURA: "Vepya ndaño mwafa ndati, ka musuki pakisi" (provérbio Umbundu)

"Vepya ndaño mwafa ndati, ka musuki pakisi" (provérbio Umbundu)Em uma lavra, por mais desgraçada que tenha sido a safra, não falta um último recurso para o sustento.

Onjila kimbo/ Caminhos rurais / Countryside roads

Onjila kimbo/ Caminhos rurais / Countryside roads

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Okwimba elyanga / marcar o passo / making a step

«Olondindi» olohaku vimwe vyasyata kombwelo yoNgola, visongiwa lekenya lyolo penu vyetukutuku.

POR: «Olondindi» é um tipo de sandálias comum no sul de Angola, manufacturadas a partir da borracha do pneu de carros.


ENG: «Olondindi» is a southern Angola popular type of sandals, manufactured out of car tire rubber.