À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS

À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Oratura: "WAPYA KA MWINÃ-MWINÃ NDEKAPA" (adágio Umbundu)

Oratura: "WAPYA KA MWINÃ-MWINÃ NDEKAPA" (adágio Umbundu)

TRADUÇÃO LITERAL: Quem está errado não precisa de estar mole como uma batata-doce.

ENQUADRAMENTO: A compreensão deste provérbio passa primeiro por esclarecer a polissemia do verbo "okupya", que em Umbundu pode significar (a) amadurecer; (b) queimar; (c) cozer) e (d) estar errado. Neste caso, para fazer sentido, teremos que usar as imagens em (d) - para a condição de erro humano - e (c) - para a condição de batata-doce fervida, onde a mensagem reside nesta metáfora: Nem sempre precisamos de espremer para aferir que alguém está errado. Ou seja, no caso de uma batata é mais fácil notar quando está bem cozida, porque fica mole, ao passo que o ser humano tem dificuldade em expressar em por palavras o reconhecimento do seu erro, pelo que às vezes é preciso ficar-se pela inferência.

Nenhum comentário: