À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS

À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

ORATURA: "Olusoko wenene, eteke limwe osokola una okuvinda."


À parte o lado triste que geralmente é a base dos encontros familiares, vale a riqueza da tradição oral. Hoje ouvi um aforismo que me fez rir, tal é a teatralidade imagética que encerra.

"Olusoko wenene, eteke limwe osokola una okuvinda."

Explicação: olusoko vem de okusokola, que é falar mal de alguém na sua ausência. Okuvinda é fazer tranças ao cabelo de alguém, tarefa em que, na maior parte das vezes, quem executa as tranças fica sentada atrás da beneficiária.

Agora vem a tradução: de tanto hábito de falar mal de quem não está presente, qualquer dia, tu falas mal de quem está precisamente a fazer tranças ao teu cabelo.

Nenhum comentário: