À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS

À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

sábado, 1 de outubro de 2011

"Nda wapumba ku kateye ohonji"

Não é por voltares da caça de mãos vazias que vais destruir o arco. (sabedoria popular Umbundu)

2 comentários:

Fernando Ribeiro disse...

Excelente trabalho, caro Patissa. Já o guardei no meu computador e tudo...

A propósito dos temas deste trabalho, permita-me a ousadia de chamar a sua atenção para um artigo que escrevi no meu blogue, sobre a situação dos contratados, no tempo do colono, nas fazendas de café do norte de Angola. O artigo é fruto do que me foi possível ver e ouvir pessoalmente, ainda que eu não tenha tido um contacto muito intenso com tão ignominiosa realidade. Valeram-me, sobretudo, os testemunhos que pude ouvir da própria boca de contratados. O meu artigo pode ser lido aqui: http://amateriadotempo.blogspot.com/2010/09/aqui-comeca-o-inferno.html

Angola Debates e Ideias- G. Patissa disse...

Obrigado, caro Fernando Ribeiro, pela partilha. Vou estudar o artigo com acuidade. Até já!